Recordando: Entrevista com Paulinha Abelha há 10 anos atrás


Recordando uma entrevista que fizemos com Paulinha Abelha há 10 anos atrás, nesse tempo a cantora saiu duas vezes da Calcinha Preta, casou-se, montou uma banda com o ex-marido Marlus Viana, desfilou como madrinha de bateria de escola de Samba em São Paulo, se apresentou nos principais programas de TVs do Brasil, fez turnê fora do país, e tantas outras realizações. Hoje a cantora volta a dividir o palco com seus colegas de auge da Calcinha Preta, Silvânia Aquino e Daniel Diau, juntos forma o Gigantes do Brasil. Vamos recordar o que dizia a cantora ha uma década atrás.

 

Fev/2006
Fazia frio na noite paulistana, e mesmo depois de uma maratona de shows durante o final de semana, quando chegamos ao hotel como o combinado lá estava “Paulinha Abelha” pronta para nossa entrevista. Entrevista esta que não está por completa, pois “Paulinha Abelha” se esquivou de muitas perguntas é claro.

Paulinha Abelha, usa o nome artístico “Abelha” porque é o apelido do seu pai, consequentemente pegou nela. Nasceu em Alagoinhas-BA, mudou-se para Simão Dias-SE, diz que na verdade se considera nascida nas duas cidades. Amo as duas.

Seu primeiro show aconteceu na cidade de Itabaiana-SE, era vocalista da banda Panela de Barro. Na Calcinha Preta foi em Jacobina-BA.

paulinhaabelha3

 

PLANETA FORRÓ: COMO SURGIU A PAULINHA ABELHA CANTORA?
Paulinha Abelha: Eu participava do coral da igreja, agente ajudava nas novenas, ai teve um concurso com 10 meninas o qual a vencedora iria cantar a música principal no colégio. foram três etapas, classificaram cinco, depois três e na final eu fiquei em primeiro lugar.

PLANETA FORRÓ: COMO VOCÊ SAIU DO CORAL PARA CANTAR ARTISTICAMENTE?
Paulinha Abelha: O seresteiro Adelmo Recordações sempre me convidava para cantar uma música nas suas apresentações. Mas, meus colegas de classe, Adilson e George estavam tocando numa festa e anunciaram que eu iria cantar, se eu não cantasse era pra todo mundo me vaiar, eu fui, mas nunca tinha cantado em banda, em fim foi tudo certo e acredito que assim desenrolou a minha carreira artística.

PLANETA FORRÓ: COMO VOCÊ CLASSIFICA O FORRÓ ANTES E DEPOIS DA CALCINHA PRETA?
Paulinha Abelha: Já era bom, eu sei que muitos criticam chamam de vulgar, mas o fanatismo pela Calcinha é muito grande e a realidade é o nosso sucesso.

PLANETA FORRÓ: VOCÊ NÃO FICA CHATEADA POR QUE AS PESSOAS COMENTAM QUE VOCÊ SE VESTE QUASE NUA, POR SER UMA CANTORA DEVERIA TER UM FIGURINO MELHOR?
Paulinha Abelha: Eu tenho que respeitar a visão de cada um. Na verdade quando estou no palco é como se fosse um personagem, no dia-a-dia quem me conhece ou me acompanha sabe que não tenho o comportamento que tenho no palco nem tão pouco me visto daquela forma. É preciso saber dividir à artista da pessoa.

PLANETA FORRÓ: A MACHARADA FICA GRITANDO GOSTOSA. FAZENDO CARAS E BOCAS COMO VOCÊ SE SENTE?
Paulinha Abelha: Na verdade isso é um incentivo, é sinal que estou chamando atenção deles, mas que tenha respeito porque no palco está a cantora, fora dali não aceito este comportamento. No show quando vejo um rapaz assim eu jogo uma calcinha pra ele, ai ele vai a loucura.

PLANETA FORRÓ: VOCÊ POUSARIA NUA?
Paulinha Abelha: Sim, depende da proposta, de como eu esteja no momento, em fim se for por muita grana. Na verdade a revista Sexy já fez proposta, mas houve alguns empecilhos, por isso não deu certo.

PLANETA FORRÓ: O QUE VOCÊ FAZ NAS HORAS VAGAS?
Paulinha Abelha: Eu gosto de novelas e ouvir músicas.

PLANETA FORRÓ: O QUE FEZ VOCÊ RIR MUITO?
Paulinha Abelha: Eu ando rindo por qualquer coisa, mas no show eu ia levando uma queda cinematográfica por cima do retorno, mas o dançarino Victor Romão me segurou eu caiu na risada. Só que se não tivesse me segurado certamente eu não ia rir de jeito nenhum ia era chorar.

PLANETA FORRÓ: COM QUANTO ANOS FOI SEU 1º BEIJO
Paulinha Abelha: Foi aos 15 anos. Tarde não acham?

LANETA FORRÓ: QUAL O SHOW INESQUECÍVEL?
Paulinha Abelha: O da gravação do DVD em Salvador.

PLANETA FORRÓ: QUE LUGAR GOSTARIA DE CONHECER?
Paulinha Abelha: Fernando de Noronha.

 

RAPIDINHAS:
SONHO: Ser sempre feliz.
AMOR: É tudo é Deus.
CANTAR: É minha vida.
FAMÍLIA: Minha base.
FÃS: Responsáveis pelo meu sucesso, amo-os.
COR: Amarelo.
NÃO HÁ NADA MELHOR QUE: Amar e ser amada.
SE NÃO FOSSE CANTORA SERIA: Comediante, ou comerciante.
ROUPA: Amo jeans.
SONHO DE CONSUMO: Uma fazenda.
MAIOR CONQUISTA: Consegui equilibrar minha família quando eles precisaram.
O QUE JAMAIS FARIA: Abandonar minha família.
ESTÁ FELIZ POR TER COMPRADO: Uma casa para meus pais.
PONTO FRACO: No meu corpo é um cheiro no cangote, não da pra resistir.

 



Sugestão de pautas Curta Nossa Fanpage